Revista: Nº 84 – 2013

Categoria: Revista

Data da Revista: 2013-07-31

Agora também pode ver a nossa revista online!!!
https://issuu.com/alimentacao_animal/docs/aa_84_5

Indíce

  • Editorial
  • Tema de Capa
  • II Jornadas de Alimentação Animal
  • Peço Português
  • Parcerias
  • Investigação
  • Segurança Alimentar
  • Notícias
  • Notícias das Empresas

Editorial

“Parcerias para o Futuro”

Este número da revista “Alimentação Animal” tem como temas principais o projecto “Peço Português” e as II Jornadas de Alimentação Animal, dois bons exemplos de associativismo em que a IACA se tem empenhado.

O primeiro entre organizações ligadas à produção animal portuguesa e o segundo, resultante da colaboração entre as empresas de pré‑misturas da SFPM – Secção de Fabricantes de Pré‑Misturas, da IACA.

Se o “Peço Português” tem uma dimensão nacional de comunicação, visando o consumidor final dos produtos pecuários portugueses, as Jornadas de Alimentação Animal como actividade interna da Associação, procuram dar resposta à formação e actualização de conhecimentos técnicos dos seus associados.

Realizadas este ano exclusivamente pelas empresas de pré‑misturas da SFPM, que escolheram os temas apresentados, estas II Jornadas reuniram cerca de uma centena de participantes ligados ao sector da alimentação animal. Esta adesão deixou a organização satisfeita, demonstrando que o programa teve receptividade e mais importante, que as empresas/técnicos valorizam e têm necessidade de reuniões técnicas formativas.

Se em termos globais, as Jornadas resultaram pela qualidade das apresentações e pela participação registada, há sempre pontos a corrigir ou a melhorar. Em relação a estes aspectos, são exemplos:

– Temas mais genéricos de nutrição e tecnologia de fabrico de alimentos para animais, são mais abrangentes em relação aos diferentes interesses dos participantes e facilitam a organização dos trabalhos.

– A não existência de tradução simultânea para português e o modelo de “apresentações contínuas” pode ter dificultado a comunicação e o acompanhamento dos trabalhos a alguns dos presentes.

– A participação de todas as empresas da SFPM e de mais técnicos portugueses como oradores, será desejável numa próxima organização.

Em minha opinião, face à diversidade e número de participantes nas Jornadas, também a IACA poderá concluir que o processo em curso de Alargamento da Associação tem fundamento, se tiver o objectivo de congregar a maioria dos operadores da fileira da alimentação animal em Portugal.

Um aumento da dimensão da Associação reforçará a sua sustentabilidade e permitirá potencializar a sua representatividade no sector. Mas como nos exemplos anteriores, também o associativismo entre empresas será fundamental para a sua concretização.

Pedro Folque
SFPM/IACA