O Índice de Preços na Produção Industrial (IPPI) registou uma variação homóloga de -5,5% em Julho. Embora igualmente negativa, foi de menor intensidade que a observada no mês anterior (-5,7%), revela o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O agrupamento de Energia, com uma variação de -20,0% e um contributo de -4,2 pontos percentuais (p.p.), continuou a ser o que mais influenciou a variação do índice total. Excluindo este agrupamento, os preços na produção industrial registaram uma diminuição de 1,6% (-1,8% em Junho).

A secção das Indústrias Transformadoras registou uma variação homóloga de -5,2% (-5,4% em Junho) e um contributo de -4,6 p.p. para a variação do índice total.

Variação mensal

O Índice de Preços na Produção Industrial registou uma variação mensal de 0,2% em Julho (variação nula no mesmo período de 2019), inferior em 0,4 p.p. à observada em Junho. O agrupamento de Energia apresentou o contributo mais intenso para a variação do índice total (0,3 p.p.), originado por uma variação mensal de 1,9% (0,9% em igual mês de 2019).

A secção de Electricidade, Gás, Vapor, Água Quente e Fria e Ar Frio registou uma taxa de variação mensal de 2,4% (2,5% em Julho de 2019), tendo contribuído com 0,2 p.p. para a variação do índice total, acrescentam os técnicos do INE.

Fonte: Agricultura e Mar Actual