As vendas de comércio eletrónico na Europa atingiram os 636 mil milhões de euros em 2019, um aumento de 14,2% em relação ao ano anterior. Os dados são do Relatório Regional Europeu 2020 do EuroCommerce, que prevê que a faturação do comércio eletrónico europeu cresça em torno de 12,7% e atinja 717 mil milhões de euros em 2020.

O impacto total da pandemia de COVID-19 no setor só será, no entanto, visível no próximo ano. Segundo o documento, o surto e as restrições a que levou tiveram “um grande impacto na confiança das empresas e do consumidor”. “Enquanto as lojas físicas mantêm os abastecimentos essenciais, o comércio eletrónico tem desempenhado um papel crucial na manutenção da atividade económica na Europa. Retalhistas de todas as dimensões aceleraram sua transformação digital, desenvolvendo ainda mais as novas e existentes soluções de comércio omnicanal”.

Fonte: ANIL