Em maio de 2020, um mês ainda marcado pelas medidas de contenção da COVID-19, a taxa de inflação anual da área do euro foi de 0,1 %, contra 0,3 % em abril. Um ano antes, a taxa foi de 1,2 %. A inflação anual da União Europeia foi de 0,6 % em maio de 2020, contra 0,7 % em abril. Um ano antes, a taxa foi de 1,6 %. Em Portugal, a taxa de inflação anual foi de -0,6 %, contra -0,1 % no mês anterior e 0,3 % em maio de 2019. Estes dados são publicados pelo Eurostat, o Serviço de Estatística da União Europeia. As taxas anuais mais baixas registaram-se na Estónia (-1,8 %), no Luxemburgo (-1,6 %), em Chipre e na Eslovénia (ambos com -1,4 %). As taxas anuais mais elevadas registaram-se na Polónia (3,4 %), na Chéquia (3,1 %) e na Hungria (2,2 %). Em comparação com abril, a inflação anual diminuiu em 20 Estados-Membros, manteve-se estável em dois e aumentou em cinco. Em maio, a contribuição mais elevada para a taxa de inflação anual da área do euro proveio dos alimentos, álcool e tabaco (+0,64 pontos percentuais, pp), seguindo-se os serviços (+0,59 pp), os produtos industriais não energéticos (+0,06 pp) e a energia (-1,20 pp).

(Desenvolvimento neste sítio Web)

Fonte: Boletim Informativo da Comissão Europeia