A União Europeia, juntamente com 21 outros membros da Organização Mundial do Comércio (OMC), assumiu hoje o compromisso de manter o comércio de produtos agrícolas e alimentares de um modo aberto e previsível durante a atual crise sanitária mundial. Os signatários da declaração conjunta comprometem-se a assegurar o bom funcionamento das cadeias de abastecimento agroalimentares mundiais e a evitar medidas com potencial impacto negativo na segurança alimentar, na nutrição e na saúde de outros membros da organização e respetivas populações. A declaração apela a que quaisquer medidas de emergência relacionadas com a agricultura e os produtos agroalimentares sejam específicas, proporcionadas, transparentes, temporárias e coerentes com as regras da OMC. As medidas não devem distorcer o comércio internacional destes produtos nem resultar em obstáculos injustificados ao comércio. Pelo contrário, os membros da OMC são incentivados a aplicar soluções temporárias para facilitar o comércio. Os signatários comprometem-se igualmente a encetar um diálogo para melhorar a preparação e a capacidade de resposta às pandemias, nomeadamente através da coordenação multilateral.

(Desenvolvimento em mex_20_728)

Fonte: Boletim Oficial da Comissão Europeia