A Comissão propôs medidas excecionais suplementares para reforçar o apoio aos setores agroalimentares mais afetados. O setor agroalimentar da UE tem demonstrado resiliência durante a epidemia de coronavírus. No entanto, alguns mercados foram duramente atingidos pelas consequências desta crise. O pacote de medidas apresentado inclui medidas de ajuda ao armazenamento pelo setor privado nos setores dos produtos lácteos e da carne, a autorização da auto-organização do mercado pelos operadores nos setores mais afetados e a flexibilidade nos setores da fruta e produtos hortícolas, do vinho, bem como outros programas de apoio ao mercado.

(Desenvolvimento em IP_20_722 e em mex_20_728)

Fonte: Boletim Oficial da Comissão Europeia