COVID-19: Principais desenvolvimentos das ações da FEFAC e da IACA; em Bruxelas, FEFAC/COCERAL/FEDIOL enviam carta conjunta para as instituições europeias; em Portugal IACA trabalha em permanência com o Governo, Administração Pública e os parceiros da Fileira agroalimentar; estivadores e potencial paragem das extratoras são as questões mais críticas, mas em vias de resolução

SUSTENTABILIDADE: Como era de esperar, apresentação da estratégia da Comissão “Do Prado ao Prato” foi adiada e a nova data prevista é agora 29 de abril; principais organizações europeias já enviaram os contributos e algumas ONG defendem um menor consumo e produção de carne e mais bem-estar animal

UNIÃO EUROPEIA: Discussões sobre a Reforma da PAC e Quadro Financeiro Plurianual igualmente adiados devido à situação da pandemia e de emergência; é provável que a entrada em vigor da nova PAC possa ser adiada por mais 2 anos   

BOLSA DO PORCO (02/04//20): Tendência de descida (0.02 €/Kg carcaça)

BOLSA DO BOVINO (03/04/20): Descida de 0,05 € nos novilhos e novilhas; manutenção nas restantes categorias

Preços Médios de Produtos Pecuários (semana de 30/03/20 a 05/04/20):

Aves: Estabilidade no peru; ovos e frango vivo em quebra

Bovinos: Estabilidade na maior parte dos mercados representativos

Suínos: Tendência de descida nos porcos e leitões sem cotação

Ovinos: Tendência mista, maioritariamente de manutenção

PREÇOS DOS CEREAIS NO MERCADO INTERNO

COTAÇÕES INTERNACIONAIS DAS PRINCIPAIS MATÉRIAS-PRIMAS

LEGISLAÇÃO: Renovação do Estado de Emergência e medidas para fazer face ao COVID-19

RECORTES DE IMPRENSA: Reflexão do Diretor António Santana publicada no Expresso e reproduzida nesta edição da IS; destaque para as medidas nacionais e europeias para fazer face ao impacto da COVID-19 e para declarações da IACA

#INDUSTRIAALIMENTARPORSI para homenagear os profissionais da indústria alimentar, humana e animal