Na sequência de novo pré-aviso de greve dos trabalhadores portuários – para o período de 9 a 30 de março – venho informar que a FIPA já transmitiu ao Governo que este prolongamento da greve em curso vai agravar os riscos de forte perturbação do abastecimento alimentar do país e das nossas exportações e solicitou a adoção de medidas urgentes, nomeadamente o estabelecimento de serviços mínimos para cargas e descargas de todos os géneros alimentícios e alimentos para animais.

Fonte: FIPA