A Too Good To Go, aplicação que permite comprar excedentes alimentares de restaurantes, hotéis e supermercados, com o intuito de combater o desperdício, chega a Portugal. A app, disponível apenas em Lisboa, conta com mais de 50 parceiros da restauração e com a Makro, a primeira grossita a unir-se ao movimento.

Com a aplicação será possível adquirir bens alimentares, desde refeições completas a tartes, sushi, carne, pão, bolos de pastelaria ou fruta, com um fator surpresa associado. Em vez de escolher o menu, os utilizadores compram uma “Magic Box”, que são caixas surpresa criadas pelos estabelecimentos com os excedentes disponíveis a preços reduzidos. Feito o pagamento, a caixa pode ser recebida no local, nas horas de recolha indicadas na aplicação.

“O nosso objetivo é ajudar os estabelecimentos a reduzir o desperdício de alimentos, dando-lhes ao mesmo tempo a vantagem de poderem angariar novos clientes e reposicionarem-se como marcas sustentáveis. A Too Good To Go é um exemplo de um conceito win-win-win para todas as partes: os estabelecimentos, os utilizadores e o maior beneficiário de todos, o planeta”, explica a Country manager da Too Good To Go em Portugal, Madalena Rugeroni.

De acordo com o CEO da Makro em Portugal, David Antunes, a parceria com o movimento é uma forma simples de o grossista contribuir para o “objetivo global de redução de 50% do desperdício alimentar gerado” pelas suas operações até 2025.

A Too Good To Go nasceu na Dinamarca, em 2016, com o objetivo de reduzir o desperdício alimentar, que, todos os anos, chega aos 89 milhões de toneladas, na União Europeia.

Fonte: Store