O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, vai atribuir a Medalha de Honra da Agricultura ao Comissário Europeu da Agricultura, Phil Hogan.

Trata-se de uma condecoração que tem como objectivo reconhecer publicamente e distinguir as pessoas ou organizações que, de forma particularmente dedicada e empenhada, através da sua acção continuada, contribuem ou contribuíram para o desenvolvimento da agricultura e valorização do mundo rural.

A cerimónia terá lugar amanhã, 29 de Agosto, durante a sessão inaugural da AgroSemana – Feira Agrícola do Norte, uma iniciativa do Grupo Agros que decorre na Póvoa de Varzim e que receberá a visita do ministro e do Comissário Europeu.

“Relevante percurso profissional”

“Para além de um relevante percurso profissional e político, Phil Hogan tem mantido com Portugal uma relação de grande proximidade, tendo visitado o País diversas vezes ao longo do seu mandato, desde 1 de Novembro de 2014”, realça uma nota de imprensa do Gabinete de Capoulas Santos.

Phil Hogan é o mentor da Reforma da Política Agrícola Comum (PAC), tendo como objectivo a preparação da agricultura da União Europeia para o os desafios do futuro, “apostando na sustentabilidade através da inovação, procurando dar um forte contributo para a agenda de emprego e crescimento, com especial enfoque no princípio da subsidiariedade e nas questões ligadas à flexibilidade e simplificação dos instrumentos da PAC”, acrescenta a mesma nota do Ministério da Agricultura.

Grande disponibilidade de diálogo

O Ministério liderado por Capoulas Santos considera ainda que enquanto Comissário Europeu, “tem pautado a sua acção por uma grande disponibilidade de diálogo e compromisso com os Estados-membros, tendo sabido, em momentos de crise agir com pro-actividade e eficácia contribuindo de forma decisiva para ultrapassar as dificuldades”.

E também na sua relação com Portugal, “não pode deixar de ser realçado a permanente disponibilidade para ouvir preocupações, e, em espírito de diálogo, procurar encontrar soluções para problemas específicos, como foram os casos das recentes crises do sector do leite, da suinicultura ou da seca, que tão duramente nos atingiram”.

O Comissário Phil Hogan, diz ainda a nota, “procurou sempre acompanhar a realidade portuguesa, bem testemunhada através das múltiplas visitas que fez a Portugal, tendo dado um contributo importante para a conclusão, com êxito, das negociações do Governo português com o Banco Europeu de Investimento e com o Banco do Conselho da Europa para o Desenvolvimento para financiamento do Plano Nacional de Regadios, bem como relativamente ao futuro da PAC, incorporando nas propostas de Reforma para o período pós-2020 aspectos relevantes, que vão ao encontro dos anseios dos agricultores portugueses”.

Estes são alguns dos elementos que estão na base da decisão de atribuir o galardão a Phil Hogan e constam do Despacho de atribuição da medalha, a publicar em Diário da República. A cerimónia decorre a partir das 12h30, no auditório do Espaço Agros.

Fonte: Agricultura e Mar Actual