Poucas serão as organizações em que a sua história se confunde com a evolução do Setor que representam, impulsionaram e foram vetores de mudança. A IACA e a Alimentação Animal, no início apenas indústria de alimentos compostos, desde há 25 anos, fabricantes de pré-misturas e desde 2016 com uma abordagem em que representamos de facto a indústria da alimentação animal é um bom exemplo. Uma Indústria que nasceu da reciclagem e da economia circular, dos subprodutos ou coprodutos como hoje são vulgarmente conhecidos. Da sêmea de trigo e dos bagaços de oleaginosas, das farinhas de carne e de peixe, dos DDGS, do corn glúten, das bolachas e dos lacticínios, de tantas outras matérias-primas que representam hoje – em que a Economia Circular está na agenda política da Europa e do Mundo, mais de um terço do consumo de matérias-primas utilizadas pela nossa Indústria.

Há 50 anos, com um conjunto de iniciativas que se iniciaram em 1966, um grupo de empresários teve a lucidez e a coragem de criarem o GNIACA e de avançarem com um projecto de organização do Setor, lhe deram forma e moldaram, a nível nacional e internacional, para corporizar o que somos hoje: uma Indústria relevante no panorama agro-alimentar em Portugal, uma Associação prestigiada a nível nacional e internacional.

A História, numa Homenagem a todas as empresas associadas, aos dirigentes e colaboradores, será contada e descrita ao longo de 2019, nas páginas da Revista “Alimentação Animal” em todas as edições, e nos eventos que estamos a preparar para a celebração dos 50 anos da IACA.

Nesta contagem decrescente para o dia 25 de outubro, cujo ponto alto vai decorrer em Lisboa, no Convento do Beato, com muitas surpresas, aqui deixamos os sponsors e as empresas que já confirmaram o respectivo patrocínio nas diferentes modalidades:

Destacamos os principais momentos que irão marcar as celebrações, que incluirão:

  • Livro dos 50 anos, essencialmente de memórias fotográficas
  • Uma Conferência subordinada ao tema “Passado, Presente e Futuro: Uma Indústria preparada para os Desafios da Sociedade”, para a qual já convidámos o Senhor Presidente da República, para além do Ministro da Agricultura e de outras individualidades, nacionais e internacionais.

A Conferência, realizada apenas na tarde de 25 de outubro, terá um primeiro Painel onde serão apresentadas as conclusões de um estudo sobre a perceção dos consumidores relativamente ao setor da alimentação animal e da atividade pecuária, para além dos temas ligados à economia circular, inovação e competitividade. Teremos ainda uma Mesa Redonda, apenas com empresários, nacionais e estrangeiros, sob o lema “Como preparar as empresas para os Desafios da Sociedade? “

Depois da Conferência, seguir-se-á um cocktail de boas-vindas e o Jantar de Gala, com muitas surpresas a anunciar em breve.

  • Aposta na informação e comunicação, com uma parceria com o Fórum Estudante, estando previstas, entre outras iniciativas, a 4 de outubro, um evento no âmbito do Dia do Animal, e no dia 16 de outubro, o Dia Aberto da Alimentação Animal, em mais de 50 escolas e em empresas e Instituições que se queiram associar.
  • Realização de importantes reuniões da FEFAC, como o Praesidium e Comité Diretor, pelo que se deslocarão a Portugal os responsáveis das principais empresas europeias e mundiais do nosso Setor, alguns dos quais marcarão presença na Conferência e no Jantar.

Neste ano de 2019, a FEFAC irá celebrar, de 5 a 7 de junho, os 60 anos, num evento a realizar a Bruxelas, que contará com a presença do Comissário da Agricultura Phil Hogan, que será o orador principal e que não deixará de falar dos desafios da alimentação animal e a sua importância para o ambiente, alterações climáticas, do plano da proteína e da reforma da PAC pós-2020, para além de um programa recheado sob o lema “A Indústria campeã da reciclagem e da economia circular”.

Regressando às comemorações da IACA, também teremos um excelente Programa (praticamente fechado) e muitas, muitas surpresas.

Desde já agradecemos o apoio e cooperação, com a certeza de que, todos juntos, iremos fazer deste ano, o Ano da Alimentação Animal e patamar para um novo ciclo, num evento que estará certamente à altura daqueles que há 50 anos lançaram a semente e que fizeram uma História, de alegrias e tristezas, mas que muito nos orgulha e nos Honra.

Saberemos, em conjunto, estar à altura daquilo que o Setor merece e representa.

Jaime Piçarra

Secretário-Geral